O primeiro ponto a ser esclarecido quando perguntamos o que é  a Realidade aumentada é que ela é muito diferente da realidade virtual. Esta diz respeito a um ambiente de imersão criado por meio de ferramentas computacionais no qual o usuário realiza determinadas tarefas. Um bom exemplo de realidade virtual é o jogo The Sims. A realidade aumentada designa a interação entre ambientes virtuais e o mundo físico. Um bom exemplo de realidade aumentada são as etiquetas QR Code em pontos turísticos de cidades.

Através do aplicativo leitor deste tipo de etiqueta instalado em tablete ou smartphone e com conexão à internet, pode-se ter acesso a uma espécie de guia virtual, que indica os locais aos quais o turista deve ir (inclusive traçando a rota para chegar até o local) e, ao chegar, mostrar a história, curiosidades, opções de passeio e tudo mais o que for pertinente. Diante disto, não é necessário ir muito longe para imaginar porque a realidade aumentada está tão em alta em diversos campos, incluindo o marketing e a publicidade. A realidade aumentada também é conhecida por “realidade expandida” e “realidade ampliada”.

Agora que você já sabe o que é, provavelmente deve estar a perguntar-se como é que funciona. Simples: através de um software, um marcador no mundo físico e do GPS. No exemplo dado acima, a etiqueta QR corresponde ao marcado no mundo físico, o app leitor da etiqueta corresponde à porta de entrada ao software que fornece as informações ao usuário e o GPS funciona como o ‘olho’ deste software, pois é ele quem indica o local do usuário no mundo físico.

8 Fevereiro, 2018
Realidade Virtual e Realidade Aumentada

Realidade Virtual e Realidade Aumentada

A realidade virtual e realidade aumentada são conceitos cada vez mais explorados pelas empresas voltadas para o cliente, proporcionando-lhes experiências únicas de valor.